Arquivo da Categoria: Car Audio Hi End

As mais novas tendencias do Car Audo HI End para Veiculos Especiais, Dispositivos Acessorios, Lançamentos, informações e Tecnologias para instalação, Manutenção em equipamentos de alta qualidade e Tecnologia.

Rede CAN – Control Area Network

Rede CAN – Control Area Network

A rede CAN faz-se presente em quase todos os Automóveis, veículos de tecnologia embarcada, e outros meios de transporte. Sendo de suma importância para o profissional de Engenharia e manutenção automotiva entender seu funcionamento, e inteirar-se com as tecnologias onde  e aplicada a Rede CAN.

O especialista da Som Ambiente®,  em 2009 Eng. Luiz Reis Lana publicou o artigo a seguir que contribui para uma lacuna de informação existente sobre esse tema, devido a complexidade do conteúdo.

Veja o artigo a parte I e II do artigo na integra publicado na Revista automotivo Edições 24 e 25 de 2009 replicadas abaixo.

Rede CAN Parte I:

Inversamente como acontece com muitas tecnologias, onde primeiro inicia-se o uso massivo para depois ir para o automóvel, a rede CAN – (ou barramento Controller Area Network nasceu para uso inicial em automóveis e hoje já conecta diferentes dispositivos em diferentes áreas e  situações, migrando para outros meios em virtude de sua robustez, performance e diferentes meios e formas de aplicações.

Controller Area Network – a rede CAN  para automóveis é um protocolo de comunicação serial síncrono onde as mensagens trocadas entre os módulos no veículo (dispositivos ECUs, multimídia, navegação etc) operam em sincronia. foi idealizada em 1983, onde houve à partir daí, em virtude de suas características, vastas aplicações e funções:  aceitabilidade maciça e apoio pela indústria automobilística, apoio de grandes nomes da indústria de automação e em outros segmentos como por exemplo: Intel e Philips, e ainda onde é aplicada, a eletrônica embarcada – termo que designa  um sistema eletrônico montado em uma aplicação móvel; que pode ser: um automóvel, barco, navio ou avião. A  rede CAN é altamente utilizada  onde exige-se confiabilidade em virtude de envolver vidas humanas como em equipamentos médicos, em elevadores, automação de fábricas e por isso ela é amplamente e cada vez mais hoje,  utilizada para automóveis, onde equipamentos microprocessados e microcontrolados como: centralinas, ECU (unidade eletrônica de controle – que recebe, controla, processa dados e realiza funções), Interfaces Homem Máquina, centrais de comando, cds com comando de bordo  e uma infinidade de outros que precisam se “comunicar e conversar” entre si no veículo. Uma ECU, possui hardware e software que proporciona a leitura dos dados, permitindo controlar dispositivos e realizar funções.  A rede CAN – é uma rede de troca de dados, não é atualmente utilizada somente em automóveis pelas montadoras , certamente morando-se em um grande centro já utilizou uma hoje em: elevadores, metrôs, máquinas de tecelagem, máquinas de empacotamento etc. Estas diferentes aplicações da rede CAN se dão graças à sua confiabilidade de transmissão onde há garantia de 100% de eficiência no tráfego de dados entres as ECUs e dispositivos que interage. Algumas características desta rede são:  –  capacidade multi-mestre: onde os módulos podem se tornarem mestres em determinado momento e escravos em outro,     –  capacidade multicast:  sendo qualquer mensagem enviada para todos os módulos existentes na rede simultaneamente, – trabalha com freqüências  até 1 Mhz., – comprimento do chicote no veículo até 40 metros, – velocidade de transmissão inversamente proporcional ao comprimento do barramento, – cada bit (0 e1) é transmitido por um valor de tensão específico e constante.

A figura 1 e a Figura 2 mostra a linha do tempo inicial e importância da rede CAN